Foda terapia pela WEB Cam, vem experimentar

sábado, 18 de julho de 2009

Amor Perfeito V - O regresso prometido

Continuação da história postada no Blog Um pouco de Tudo

Chegara finalmente o dia do reencontro. Ela não sabia de nada. Eu desejara tanto este momento que o meu corpo vibrava tanto de paixão como de tesão. Já faltava pouco mas... estaria ela ali? O tempo que passámos afastados teria mudado alguma coisa? Só havia uma forma de saber, e em breve não ficariam dúvidas, não podiam ficar.
Aproximei-me de sua casa. Guardara as chaves que ela me tinha dado uma vez após termos feito amor. Uma daquelas sessões de sexo louco, com muito beijo molhado, e que terminara num orgasmo em que ela quase perdeu os sentidos. Quando trocámos juras de amor eterno e outras loucuras.
Era sábado de manhã, umas 9 e meia. Ela é dorminhoca e de certeza que está deitada, pensei.
Entrei devagarinho. Tudo parecia igual. A porta do quarto estava encostada. Abri devagar e ali estava ela. Doce, meiga, adormecida à minha espera. Uma bela adormecida aguardando pelo seu principe, que com tanta tesão a vai libertar e satisfazer.
Ali fiquei por momentos, contemplando o seu corpo que repousava na cama, suavemente... delicadamente... cheia de desejo e de amor. O peito macio e de formas sublimes aumenta ainda mais o desejo à muito acumulado. Uma tesão quase insuportável obriga-me a aconchegar o pau que mal cabe nas calças.
Ela mexe-se, vira-se e suspira um maravilhoso "ahaaammm". Sinto o seu cheiro inconfundível, adoro-o. Vejo a sua boca semi-aberta, de lábios carnudos, desejando serem beijados e sugados como das outras vezes. Quero-a só para mim... sinto-a minha e eu serei dela... finalmente.
Concentro-me nos seus olhos fechados e chamo-a mentalmente... telepaticamente... "amor... cheguei... acorda..." Ela presente algo. Aconchega-se novamente mas desta vez uma mão desliza entre as pernas até ao seu sexo. Geme e suspira deliciosamente " hummm... ahaaamm... hhhhuuuuummmmmmmmm..."
Voltei a concentrar-me nela e pensei "acorda linda... acorda cheia de tesão... acorda..." Ela contorcia-se, de barriga para baixo, contra a sua mão que não parava quieta em circulos de prazer e que eu via trabalhar por entre as suas pernas. Aquele rabo à mostra, de pele macia e delicada, lembrou-me imediatamente o quanto ela gosta que a penetre por trás, bem fundo, deixando-a louca, até se satisfazer totalmente.
Louco estava eu com tanta tesão, por querer fodê-la de imediato. Queria sentir-me dentro dela, agarrá-la com força e fazê-la gemer até ao fim.
Ela presentiu-me... terá sido o meu cheiro? A minha energia? O meu amor? Ela apenas disse "eu sabia que voltarias". E só depois se virou como quem tinha a certeza absoluta que eu estaria ali.

Karlos 2009

3 comentários:

  1. O desejo sente-se... Os corpos chamam um pelo outro...
    É inevitável...
    Beijos saborosos

    ResponderEliminar
  2. Por isso que eu te amo tanto....está perfeito, maravilhoso...muito melhor do que pude imaginar...
    Beijinhos "mais satisfeitos"...

    ResponderEliminar

Ningué precisa de saber - Foda Terapia fora de casa